País

Empresário de futebol César Boaventura acusado de 10 crimes na Operação Malapata

O empresário de futebol vivia à grande e à francesa e fazia questão de o exibir nas redes sociais, facto que não passou despercebido aos olhos da investigação. César Boaventura foi agora acusado de 10 crimes no âmbito da Operação Malapata, que investiga transferências de jogadores.

SIC Notícias

O empresário de futebol César Boaventura foi acusado de 10 crimes no âmbito da Operação Malapata, que investiga transferências de jogadores.

Um ano após a detenção, César Boaventura foi formalmente acusado de cinco crimes de burla qualificada, três de falsificação de documentos, um de fraude fiscal qualificada e outro de branqueamento de capitais.

Entre os acusados, mas apenas pelo crime de branqueamento, estão empresários ligados à metalurgia e próximos de Boaventura.

César Boaventura esteve vários meses sob escuta e debaixo de vigilância apertada da Polícia Judiciária. Foi declarado insolvente em 2014 mas vivia à grande, à francesa e à custa dos negócios do futebol. Fazia questão de o exibir nas redes sociais, facto que não passou despercebido aos olhos da investigação, segundo o despacho de acusação do Ministério Público, a que a revista Visão teve acesso.

Boaventura está em prisão domiciliária desde dezembro de 2021. O Ministério Público pediu a manutenção da medida por entender que há perigo de fuga, um pedido que já foi aceite pelo Tribunal de Instrução Criminal do Porto.

Últimas